www.stone-ideas.com

Miscelânea

xMiscellen(Decembro 2008) As manchas amarelas, as quais apareceram no mármore Carrara, usado na ópera de Oslo, estão sendo consideradas pelo professor de geologia norueguês Tom Anderson como indícios de um dano avançado naquela rocha. As manchas mostram que houve uma mudança na estabilidade mecânica do mármore, o que leva Tom Anderson a acreditar que dentro de alguns anos a pedra deverá ser substituida (em norueguês). Houveram muitas discussões no início daquele projeto sobre o uso do mármore nobre Carrara, proveniente do norte quente italiano na obra escandinava. Houveram inclusive relatos de experiências na Finlândia, onde o mármore Carrara não teria suportado o clima local.

Os minerais também sofreram uma evolução, é o que consideram cientistas americanos na revista especializada American Mineralogist (Volume 93, pages 1693–1720, 2008). Os cientistas não consideram que os minerais tenham sofrido mudanças através de mutações ou que tenham se multiplicado. O que se destaca mais nessa análise é a tendência do surgimento de novos tipos de minerais, a partir do apoio do ecosistema. Os cientistas conseguiram identificar dez níveis de evolução, ocorridos durante milhões de anos. Um desses níveis deriva-se do vulcanismo e de acordo com a disposição: água. O que provocou reações químicas, causando assim o surgimento de novos tipos de minerais. Entre os planetas além da terra foram constatados tais evoluções também em Vênus e Marte. Um outro nível aqui apresentado foi o do lançamento de oxigênio na atmosfera, o que provocou a oxidação dos minerais. Dos resultados destes processos, plantas e outro microorganismos produziram os minerais de argila.

365 anos legendários completarou este ano o fornecedor francês de ferramentas para o processo de trabalho com rochas: Guillet S.A. O início desta companhia, com sede na cidadezinha Villebois, entre Lyon e Genebra, aconteceu no ano de 1643 como ferraria, que já nesse tempo trabalhava para canteiros. Para comemorar esse data tão especial não se poupou esforços, afinal fala-se aqui de uma firma com tradição. No local onde situa-se esta, foi posto um monolito monumental conseguido a partir de pedra local, que atinge o diâmetro de 10 x 3 x 1 m e pesa 86 t. E em frente da sede da firma foi erguido um totem de 7,50 m com um suporte horizontal, onde instalou-se um placa com o nome da firma com letras de 60 cm de altura. Quanto à tradição: Em 1889 se tinha erguido em Villebois, que hoje conta com cerca mil habitantes, um memorial por ocasião da revolução francesa, composto por uma pirâmide central com 9 m de altura e 42 t de peso.