www.stone-ideas.com

Stone Stories: Ovo e ricota na argamassa

A ponte de Carlos vista do castelo Hradschin. Fotos: Bertram Feld(Decembro 2008) Tal lenda é com certeza maravilhosa, e ainda real. A argamassa usada pelos canteiros na construção da Ponte Carlos, no século 14, contou com a mistura de ovos e ricota. Foi o que constatou uma análise feita pela Escola Técnica Superior Química da república Tcheca (VŠCHT). Os cientistas da escola tiveram a oportunidade de testar o material em causa através de métodos modernos durante os novos projetos de saneamento. Encontrando alí uma proteína que desempenha o papel de liga.„É relativamente possível provar a presença de uma protéina, que pode ser ou a clara de de ovos, ou de leite ou de ricota na argamassa em questão“, declarou uma especialista da VŠCHT. Através da mistura com a proteína foi possível para os construtores da época não somente fortalecer a rigidez do material, como também fazer com que este fosse mais lento, controlando assim melhor o processo da argamassa e ganhando mais tempo para desenvolver todo o seu trabalho.

Segundo a lenda, o imperador Carlos IV convocou a população a trazer todos os ovos possíveis para Praga, para que se desse início à construção da ponte, a qual começou no ano de 1357 e arrastou-se por 50 anos. A ponte serviria então para ligar os dois lados da cidade separadas pelo rio Moldava. Esta foi inteiramente feita de pedra e composta de 16 arcos. Seu cumprimento é de 516 m e sua largura de 10 m. O mestre de obra foi Peter Parler, que naquela época só tinha 27 anos.

Durante um passeio guiado pela cidade é possível escutar algumas mais histórias e lendas locais. Principalmente histórias místicas, tal como a de que diz que a colocação das rochas que serviram de base foi minuciosamente calculada por astrólogos em 9 de junho de 1357, exatamente às 5:31 da manhã. E se lermos tanto a data quanto a hora mencionada chegamos a combinação numerológica: 1-3-5-7-9-7-5-3-1, a qual é formada por números diferentes, porém de alguma forma em pares e que podem ser lidos tanto de trás para frente como de frente para trás. Além disso, tais números representam Alfa e Omega do misticismo, ou, como descrito na ponte: tal combinação serve para marcar o momento ideal do surgimento necessário para suportar a mudança dos tempos.

Em todo caso, a Ponte de Carlos conta como uma das mais antigas da Europa. E mesmo com a queda de algumas pilastras, com guerras e enchentes, a ponte suporta o tempo com bravura.

Sobre 16 pilastras está suspensa a Ponte.