www.stone-ideas.com

Mercados: Idade da pedra na construção de violões

O novo violão com campo harmónico (1) e fundo constituido de uma lâmina de 2 millímetros de espessura feita a partir do granito chinês com fibra carbônica. O rastilho (2) foi feito a partir de Andeer Granito da Suiça.(Janeiro 2009) O fato de o homem poder fazer música a partir de uma pedra não é nenhuma novidade. Nós resumimos alguns exemplos no nosso website „Link-list: Sound of Stones“. Agora há uma inovação, a qual representa muito mais que um curto espetáculo perante o mundo. A firma alemã TechnoCarbon, que reforça lâminas de pedra com fibra carbônica, teve a idéia de usar essa técnica na confecção de violões. O instrumento tem um som espetacular segundo guitarristas. Mas um video no website da firma TechnoCarbon mostra um som estranho emitido a partir daquele instrumento (1, 2). O que também pode ter sido proporcionado pela técnica de dedilhar do músico que alí toca.

Neste caso foram o campo harmônico, ou seja, a parte superior do instrumento, e o fundo substituídos por pedra com fibra. Tratava-se de uma lâmina com 2 milímetros de espessura feita de granito chinês. Através desa técnica o instrumento pesa um pouco mais que os violões de madeira. Pois o granito tem o mesmo peso específico que o alumínio, geralmente vê-se este em forma mais pesada, pois é usado em fatias grossas.

O tom do instrumento não somente é influenciado pelo material e sim pelo fato da parte superior, ou corpo do violão, ser mais fino que o do feito de madeira. Além disso este não precisa mais ser sustentado por tiras de madeira na parte interna do corpo do violão para segurar a força das cordas.

Tudo isso influencia na ressonância do instrumento. De um lado o corpo deste torna-se mais suave, do outro pode-se reforçar a ressonância grave o que proporciona um aperfeiçoamento de ambos os tons. A pedra de carbono também ajuda a evitar ondulações indesejadas. O instrumento pode ser tocado tanto com cordas de nylon quanto com cordas de aço.

Há mais uma coisa importante a se dizer sobre o desenvolvimento da pedra com fibra para o uso em forma de rastilho. Num violão o rastilho é uma pequena haste que serve para dar sustento as cordas, e transmite as ondas à tampa. Até hoje fez-se uso de madeiras especialmente duras para a confecção dessas hastes. E é exatamente aqui, e talvez também na confecção por exemplo de violinos, que pode-se usar a pedra com fibra. A TechnoCarbon está procurando construtores de instrumentos que queiram trabalhar com o tema.

Mas não paramos por aí. Nos EUA o comerciante de pedras Antonio Liberta constroi E-Guitarras com corpos de granito e mármore. Já divulgou-se uma reportagem sobre essas guitarras. Pergunta-se também qual o benefício que este material traz para os instrumentos confeccionados por Antonio. Pois o tom das E-guitarras não tem muito a ver com o corpo do instrumento e sim mais com o transmissor eletrônico acoplado nesta.

A última inovação excitante no setor de confecção de violões deu-se nos anos 60, quando a firma americana Ovation fez uso de Lyracord na construção dos intrumentos dando a estes um fondo redondo.