www.stone-ideas.com

Mercados: Exportações da Itália caem em 6 %

     (Maio 2009) Os exportadores de rochas italianos fecharam o ano de 2008 com uma perda de 6 % no valor (5 % em toneladas). Como descrito no informativo para a imprensa da IMM Carrara (em italiano). Um aumento suave verificou-se somente nas exportações de Blocos de mármore e chapas.

Atenção: para chegar à uma estatística internacional de comparação, a BusinessStone.com tirou aquelos os números de entulhos e produtos similares dos dos dados fornecidos pela associação (veja tabela).

Uma queda bastante considerável verificou-se no fornecimento para os Estados Unidos da América (valor : -24,2 %, toneladas: – 19,8 %) e para a União Européia (valor: -10 %, toneladas: -11 %). Crescimento notou-se no Meio-Leste e nos Estados do Golfo Pérsico (valor: + 14 %, toneladas: + 3 %), provocado principalmente pelo comércio de produtos finais de mármore e travertino. Na região do leste cresceram os fonecimentos em uns 2,4 % no valor. Austrália permanece estável, apesar de uma previsão antiga de uma tendência crescente. África como importador de material bruto mostrou um resutado positivo.

O cálculo geral das Importações de Pedras Artesanais ficou em 1,735 bilhões de Euros (3,156 milhões de t). As importações ficaram em 521,791 bilhões de Euros (2,319 milhões de t). Os cálculos portanto mostram uma queda de mais ou menos 9 % no valor e quase 13 % em toneladas.

Observação: Assim como a Turquia, a Itália volta-se para o Leste. Em março deste ano foi realizado um encontro na Embaixada de Kabul, no Afeganistão (em italiano) com representantes do Setor Pedreiro daquela país. Deve-se realizar uma continuação deste evento nos Emirado Árabes em breve. A Associação Confindustria Marmomacchine (em italiano) também apoia empresas que queiram fazer parte da feira de Exposições do Setor da Contrução Civil no Cazaquistão.