www.stone-ideas.com

Mercados: Febre imobiliária na Terra do Cedro

Beirut scene. Photo: Heretiq / Wikimedia Commons(Setembro 2009) O Líbano é um mercado promissor para as indústrias de pedra e de máquinas de construção italianas. A afirmação é dos organizadores da feira de mármore italiana Marmomacc (em italiano). Eles acrescentam que o pequeno país é duplamente interessante para exportadores: há alguns anos persiste ali um boom imobiliário e esse mercado é um portal de entrada para o comércio com os países do Golfo Pérsico, posição essa que está consolidada há séculos.

Os organizadores citam números do Fundo Monetário Internacional ao mencionar um crescimento médio de 8 % da economia libanesa nos últimos anos. Essa onda de crescimento seria responsável pelo fato de que bilhões estão sendo investidos também por empresas estrangeiras na reconstrução dos destroços das guerras civil e contra Israel.

O processo de reconstrução vem atraindo novos investidores. Um dos mais destacados projetos de investimento apontados pela Marmomacc italiana é a Ilha de Cedro, na orla do Mediterrâneo, ao sul de Beirute. A Noor International Holding quer erguer ali um empreendimento mastodôntico, comparável às ilhas artificiais em forma de palmeira erigidas em Dubai. Os valores citados pelo comunicado de imprensa são de 100 bilhões de Euros. Há pouco a Noor criou uma companhia para o desenvolvimento de projetos imobiliários de grande porte naquele país, com sucursais nos países vizinhos.

As cifras específicas do setor construtivo são as seguintes: as importações de mármore foram de 19,6 milhões de dólares, 40 % do total saíram da Itália. Em blocos de granito foram 1,2 milhão de dólares, nos quais a Itália teve uma participação de 26 %. Digno de nota é também o fato de que 2,5 milhões de dólares foram gastos revestimentos de mármore não polido.

O comunicado de imprensa explica uma particularidade da alfândega libanesa: enquanto as chapas polidas têm uma alíquota de 25 %, as não polidas têm alíquota de apenas 5 %.

Os italianos já teriam ativado uma seção libanesa de seu Instituto de Comércio Exterior em Beirute. Segundo o comunicado, este teria „organizado uma lista completa e atual, contendo todos os programas construtivos em curso e todos os concorrentes internacionais“.

O Projeto Solidere em Beirute

Marina de Beirute & Porto Municipal

Noor International