www.stone-ideas.com

Mercados: „Mantendo a aposta nas exportações”

(Janeiro 2010) A indústria de pedras naturais espanhola encontra-se no momento em uma situação extremamente difícil, em razão da crise financeira internacional e dos problemas no mercado doméstico. Contudo, Manuel Sánchez Pérez, chefe da Federação de Mármore da Andalusia, teve coragem para candidatar-se à eleição presidencial da federação nacional FDP. Em junho de 2009 ele foi escolhido por unanimidade. BusinessStone.com (ssS) conversou com ele sobre suas visões a respeito da situação doméstica do setor.

ssS: O que as empresas espanholas devem fazer para sair da crise?

Manuel Sánchez Pérez: A crise atual nos setores financeiro e da construção civil atinge todos os setores da economia, e certamente também o de pedras naturais. O ramo de pedras é um setor bastante heterogêneo; não existe a chamada empresa padrão, de modo que é bastante difícil formular uma recomendação geral. Como, entretanto, nos mercados estrangeiros se verifica uma recuperação, que não se observa ainda internamente, nós da federação acreditamos que as empresas devem continuar trilhando o caminho das exportações, tal qual fizeram nos últimos dez anos.

ssS: Onde há novas possibilidades para a indústria de pedras naturais espanhola no mercado internacional?

Manuel Sánchez Pérez: A federação vai tomar parte em uma série de feiras em todo o mundo. Isso dará as empresas a possibilidade de encontrar nichos para os seus produtos, e esperamos que isso aconteça já nos próximos meses. Nisso nos auxilia o Instituto Español de Comercio Exterior. Além disso, publicaremos um catálogo com nossas pedras. Ele se destina a arquitetos e urbanistas em nível internacional. O catálogo deve ser um instrumento de marketing para as nossas empresas.

ssS: A Espanha deve levar aos mercados mais produtos inovativos?

Manuel Sánchez Pérez: Sem dúvida, produtos inovativos são uma tarefa permanente para o setor. Mesmo que existam empresas espanholas já premiadas nesse particular, creio que esse seja um dos caminhos futuros para nós. Nós precisamos melhorar nessa parte de oferecer aos nossos clientes produtos de maior qualidade e alto design.

ssS: Qual é o diferencial, a particularidade, das empresas de pedras naturais espanholas em relação à concorrência?

Manuel Sánchez Pérez: Nós nos destacamos por poder atender os desejos dos clientes por produtos e suas especificações de fornecimento como nenhum outro país. Entre as mais importantes características das empresas de pedras naturais espanholas está o fato de que elas investem há vários anos no processo produtivo e nas mais novas tecnologias.

ssS: A federação se mostra há tempos forte por privilegiar a utilização de pedras domésticas no atendimento de demandas do setor público. Por que o governo não seguiu de fato esta orientação?

Manuel Sánchez Pérez: O setor de pedras naturais está intimamente ligado com o da construção civil e este é listado na Espanha há anos como um dos mais estratégicos em nossa economia nacional. A consequência da crise também é motivada pelo fato de que no momento a construção civil vive uma fase difícil. Isso pode depender de um momento de renovação; por exemplo que ela se adapte a novas demandas. Essas demandas podem estar na capacidade desse setor concentrar-se em materiais naturais de grande potencial de reciclagem – isso é oferecido pelas pedras naturais, cuja resiliência está bastante acima de outros materiais construtivos.

ssS: Quais objetivos o senhor deseja alcançar até o fim de sua presidência, no ano 2012?

Manuel Sánchez Pérez: Para a federação há dois grandes campos de ação, o nacional e o internacional. Em nível nacional queremos que a administração pública, a sociedade e a opinião pública saibam mais sobre as pedras naturais e sobre a importância de nosso setor para a economia nacional. Em nível internacional achamos importante explorar novos mercados, nos quais empresas espanholas possam posicionar-se com seus produtos. Além disso, queremos que a marca „Stone from Spain“ torne-se conhecida como sinônimo de qualidade e performance de nossas empresas.

Federación Española de la Piedra Natural (FDP)

Revista Online Piedra Natural (em espanhol)

Feira Piedra, Madrid, 5 a 8 de maio 2010

Global Stone Congress, Alicante, 2 a 5 de março 2010