www.stone-ideas.com

Mercados: „Desenvolvimento sustentável como questão-chave“

(Abril 2010) Não há exagero quando se qualifica o Marble Institute of America (MIA) como o „bombeiro internacional do setor de pedras”. Isso foi provado há poucos anos nos, quando nos EUA alegações sobre uma suposta liberação de radônio desde granitos, com consequentes perigos para a saúde pública, rodaram pela mídia. O MIA tem 65 anos e quase 2000 membros, sendo que 250 deles estão fora dos EUA. Desde janeiro de 2010, seu novo presidente é Brett Rugo, fundador e chefe do Rugo Stone LLC, de Virginia, neto de um pedreiro italiano. BusinessStone.com (ssS) conversou com ele.

ssS: Que novas idéias o senhor traz para seu ano na presidência?

Brett Rugo: Um ponto do meu plano estratégico é ampliar as publicações do Instituto do Mármore sobre know-how técnico. Vamos agora emitir boletins mensais. O primeiro acaba de ser lançado e trata de um design ancorado em pedras para revestimento de fachadas. A qualificação técnica para a indústria de pedras é uma das nossas questões fundamentais.

ssS: Quais são as outras questões no âmbito desta formação técnica?

Brett Rugo: Nós vamos nos ocupar de todos os produtos com que os produtores e beneficiadores de pedra lidam em seu trabalho diário. Eu quero que no futuro o Instituto do Mármore seja ainda mais reconhecido como fonte de conhecimento sobre os produtos de pedra natural.

ssS: O senhor deseja com isso que a indústria de pedras, em seus produtos e serviços, alcance maior qualidade?

Brett Rugo: Exatamente. Nessa frente de trabalho também queremos aumentar o número de empresas associadas. Com nosso programa de associações, continuaremos a promover a qualidade de nossos membros junto à comunidade da construção civil.

ssS: Uma particularidade do Instituto do Mármore é ser uma instituição americana, contudo mantém associados no exterior. O que o senhor planeja nesse ponto?

Brett Rugo: Nós queremos seguir aumentando o número de associados internacionais. Há pouco ganhamos 11 novos desses e trabalhamos no momento para somar mais 70. Para eles, colocamos uma nova página na internet, que informa sobre todos os aspectos da importação ou exportação no mercado dos EUA. Essa é uma ferramenta interessante para obter mais associados estrangeiros.

ssS: Mas se o senhor almeja uma adesão global, também precisa integrar diferentes culturas…

Brett Rugo: O Instituto de Mármore está bastante interessado em oferecer aos novos players do mercado mundial oportunidades de trabalho com nossos membros. Em paralelo, possivelmente desenvolveremos padrões para a importação para os EUA, estes tanto aplicáveis à ética nos negócios como também à capacidade técnica.

ssS: Vamos falar da indústria de pedra nos EUA. Quais são as suas idéias em relação às empresas americanas?

Brett Rugo: Sustentabilidade é o tema principal para o marketing doméstico. Com isso quero me referir a uma série de questões, desde caminhos de transporte mais curtos, restauração de pedreiras ou reciclagem de água, até questões dos direitos humanos, como a erradicação do trabalho infantil ou de padrões éticos na produção.

ssS: E sobre a gama de produtos made in USA. Ela é grande o suficiente?

Brett Rugo: Em muitas empresas não há variedade suficiente. Onde os mercados atualmente evoluem com rapidez, uma empresa de sucesso deve oferecer mais do que apenas chapas, por exemplo. Nesse contexto, o design é uma questão extremamente importante. Aqui, a indústria de pedra deve procurar uma comunicação proveitosa com os designers e mostrar-lhes que pedras naturais não são apenas completamente ecológicas, mas também um belo material.

Marble Institute of America

Feira Coverings, Chicago, de 27 a 30 de Abril

Últimas notícias: O MIA recém lançou uma iniciativa para a segurança na manipulação de chapas. Recentemente, até mesmo mortes tinham sido relatadas nesse setor americano. Um grupo de especialistas de oito empresas americanas foi encarregado da criação de materiais de auxílio para treinamento. Publicações da MIA sobre segurança na manipulação de chapas