www.stone-ideas.com

Arte: Monstros de pedra e notícias assustadoras

(Setembro 2010) Medonhos são os gárgulas, figuras comuns em antigas igrejas cristãs. No entanto essas monstruosidades em pedra de fato estão lá para não meter medo nas pessoas. Mais que nada elas devem auxiliar a tornar controláveis os medos do mundo real e da imaginação humana, ao representá-los e assim dar-lhes concretude.

Walter Arnold é famoso por seus gárgulas, dos quais vários podem ser vistos na Catedral Nacional de Washington, D.C., nos EUA. Recentemente ele foi pela quarta vez consecutiva nomeado presente do Sindicato dos Entalhadores de Pedra dos EUA e seu modelo de negócios poderia ser uma referência para alguns profissionais desse ramo.

Concretamente, Arnold por um lado cultiva com todas as forças a artesania tradicional e compõe grandes esculturas para diversos propósitos. Ao mesmo tempo, contudo, ele não se intimida na hora de criar objetos menos pretensiosos para salas de estar ou jardins.

Mais ainda, e isso já é sensacional para um escultor: muitos de seus originais (na maior parte feitos em Indiana Limestone) ele mesmo copia em resina sintética e os comercializa a preços módicos via internet!

De volta aos monstros do passado. Talvez haja no futuro um mercado para eles. Afinal também em nosso mundo contemporâneo existem fantasmas cotidianos – atualmente convivemos com incessantes catástrofes e notícias assustadoras na mídia, que cada vez mais assustam as pessoas.

Ao contrário disso, tais figuras poderiam, se dotadas de rostos ou formas divertidas, fazer as pessoas sorrirem e discretamente trazer-lhes um tanto mais de alegria com sua simples presença.

Arnold, por exemplo, esculpiu um gárgula inspirado em seu simpático hamster, ou ainda uma teimosa mosca, que escolheu justamente uma lata de inseticida para pousar. Ambas as peças encontram-se na catedral de Washington, onde ele trabalhou cinco anos. Para outro cliente ele esculpiu cabeças de animais para um muro, no qual uma lontra e um leão da montanha funcionam como gárgulas. Inclusive à velha tradição das pedras angulares ele trouxe nova vida.

Arnold começou com 12 anos a empunhar cinzéis e martelos para entalhar pedras, aprendeu o ofício na cidade de Pietrasanta, nas cercanias de Carrara, na Itália, e após o trabalho na Catedral de Washington abriu um atelier em Chicago, sua cidade natal.

Walter S. Arnold

Fotos: Walter Arnold

Darth Vader e Morangos

Mais duas dicas: bem em cima, na Catedral de Washington, existe outro gárgula espetacular, dessa vez não originário do atelier de Walter Arnold e impossível de ser visto de baixo: Darth Vader, o personagem de Guerra nas Estrelas!

Outra: na Catedral de Colônia, na Alemanha existia até pouco tempo locais que mantinham marcas da Segunda Guerra Mundial. Como não se sabia ao certo sobre a decoração original, o escultor responsável pelo restauro compôs em sua restauração brotos de morangos, folhas de plátanos e corriolas na igreja. A revista especializada „Naturstein“ descreveu e fotografou os motivos florais (alemão).