www.stone-ideas.com

Mercados: „O Brasil decola“

(Janeiro 2011) Nos anos 1980 apareceram no mercado internacional os Tigres Asiáticos. Eles tornaram os fabricantes ocidentais, por exemplo os de televisores, mais temerosos. Uma evolução semelhante acontece no momento com os chamados BRICS, Brasil, Rússia, Índia e China. E no caso não se trata apenas de produtores, mas eles mesmos enormes consumidores.

O Brasil é entre eles o país mais desenvolvido. Apesar de ser um dos maiores produtores de rochas ornamentais na América Latina, tornou-se nos últimos anos um importador de certos tipos de rochas. Vive no momento um boom imobiliário sem precedentes e não apenas em razão da Copa do Mundo de Futebol em 2014 ou dos Jogos Olímpicos de 2016.

Nossa reportagem trata especialmente do potencial para fornecimento de rochas ornamentais desde o exterior e informa os tipos mais procurados pelos brasileiros.

Em uma entrevista, Cid Chiodi Filho, da empresa de consultoria Kistemann & Chiodi (Mail), informa entre outras coisas sobre o emprego de rochas ornamentais no mercado brasileiro: „Alguns estudos efetuados junto a distribuidores e marmoristas indicaram que o principal uso dos materiais importados são os pisos internos de ambientes residenciais, em áreas sociais. Vêm a seguir os revestimentos verticais externos e, sobretudo, internos…“





Caso haja problemas com o download, ou se a janela para isso não se abrir, por favor envie um e-mail para Peter Becker (Mail). Receberemos da Pay Pal notificação sobre seu pagamento e poderemos enviar-lhe o texto por e-mail.

Análise de mercado mais recente: Cazaquistão