www.stone-ideas.com

Arquitetura: Labirinto na fachada de ardósia

(Janeiro 2011) O centro histórico de Talin, capital da Estônia, listado no Patrimônio Cultural da Humanidade desde 1997, foi a inspiração para o prédio de apartamentos na rua Vana-Viru, 13, na vizinhança daquele bairro histórico. Para a construção, com quatro andares de apartamentos de luxo e lojas no térreo, os arquitetos copiaram o minucioso detalhamento de um bairro central europeu do século passado: as fachadas parecem um labirinto, como se tivessem algo a ver com vielas que se cruzam, em janelas oblíquas.

A maior parte do corpo da construção encontra-se em dois lados do terreno. Através dele os moradores têm também vista sobre o pátio para um prédio histórico – que contrasta fortemente com esse novo vizinho -, o qual foi restaurado há pouco tempo, depois de décadas sem manutenção, durante o período em que a Estônia pertenceu à União Soviética.

Cada apartamento tem seu terraço próprio. São característicos os grandes cômodos abertos, com grandes janelas envidraçadas. Os pilares de sustentação do prédio são quadros de aço e cimento armado. O revestimento da fachada é ardósia. Para piso e terraço foi empregado calcário português, „porque as variantes locais são demasiado cinza“, explicam os arquitetos. Também a ardósia é portuguesa.

O bureau de arquitetos OÜ AB Kosmos foi fundado em 2002 e tem sua sede em Talin. Os fundadores são três profissionais na metade dos trinta anos, Ott Kadarik, Villem Tomiste e Mihkel Tüür.

Para aqueles que não conhecem a língua local: OÜ no nome da empresa significa Lda e AB é sigla de bureau de arquitetura (BA em português).

Talin será durante este ano Capital Cultural da Europa.

OÜ AB Kosmos

Fotos: Ott Kadarik, Paco Ulman