www.stone-ideas.com

Arte: Laminações com rachaduras

(Fevereiro 2011) A página na internet é mais que incomum: primeiro ela aparece fechada e, apenas quando o visitante clica no mouse, duas asas abrem demoradamente um portão e nisso produzem um ruído, como se abrissem as portas para um inferno.

O artista, Park Eun-Sun, estruturou seu site como um peça de teatro: logo no início são formuladas perguntas ao visitante, sobre as quais ele próprio gostaria de saber a resposta – e assim cria-se algo que na dramaturgia se chama normalmente „tensão“.

Ao mesmo tempo essa primeira cena também dá informações de conteúdo, das quais gradualmente surgirá um panorama geral: no caso de Park nota-se imediatamente o material em questão, mármore, e além disso há o confronto com duas características de seu trabalho, de uma lado a laminação, de outro as rachaduras.

Park nasceu na Coréia do Sul e vive e trabalha em Pietrasanta, na Itália, perto de Carrara. Ele privilegia as formas de colunas e esferas. Essas por sua vez são formadas de camadas de diferentes tipos de mármores, de modo que inevitavelmente nos lembramos de catedrais renascentistas italianas, como as de Siena. Assim é o lado perfeito desse mundo.

E então aparecem sempre nas obras de Park, de um lado a outro desses nobres e elegantes arranjos, fraturas evidentes.

Talvez ele queira encenar em suas obras a nossa existência: tão bela quanto também pode ser a vida, volta e meia momentos paradisíacos são arruinados por destruições. Destruições e decadência posam inevitavelmente ao lado de constância e permanência, que o material normalmente simboliza.

E aqui finda a nossa interpretação. Observações mais profundas encontram-se nos textos de críticos no endereço abaixo.

Park Eun-Sun

Fotos: Park Eun-Sun