www.stone-ideas.com

Arquitetura: criações premiadas de todo o mundo

(Fevereiro 2011) Desde 2007 a capital dos EUA, Washington, tem um local de eventos a mais, e com algumas peculiaridades: ele fica no pátio interior de um prédio, está separado do exterior por um teto incomum de vidro e tem como piso uma não menos interessante instalação que reúne água, plantas e rochas ornamentais. Trata-se do Reynolds Center, que abriga o Smithsonian American Art Museum e o National Portrait Gallery.

O emprego de rochas no pátio interior do prédio foi premiado com o Tucker Design Awards de 2010.

Sobre o teto acima desse pátio, gostaríamos apenas de mencionar que o projeto foi do escritório britânico de arquitetura Foster + Partners. Ele confere àquele interior não apenas luz, mas com suas ondas também uma atmosfera de movimento, que contrasta fortemente com a fachada neoclássica. Em torno do curso d’água no solo foram colocadas bordas para árvores e arbustos.

A divisão entre esses elementos é de mármore branco, que novamente realça contrastes: por um lado a rocha parece massiva e pesada, por outro, seus cantos foram arredondados e os lados tornados oblíquos, de modo que o conjunto também tem uma certa leveza. Em algumas partes os assentos se projetam ao longo das plantas, em pequenas plataformas.

Em razão do andar debaixo do pátio, a rocha não pôde ser aplicada massivamente, mas na forma de finas placas sobre uma armação metálica.

Outra vez em contraste com o mármore luminoso a fachada, ora amarela, ora cinza, segundo a incidência de luz, o piso é de granito Cold Spring Black e Mesabi Black flamejados.

As rochas foram fornecidas pela empresa Vermont Quarries e Cold Spring Granite. Os trabalhos foram executados pela empresa Lorton Stone LLC. O paisagismo no ambiente interno foi de Gustafson Guthrie Nichol.

Lorton Stone LLC

Gustafson Guthrie Nichol

Foster + Partners

Vermont Quarries

Cold Spring Granite

O contraste entre estático e dinâmico também define a aparência do Sun Valley Pavilion em Sun Valley, no estado de Idaho. Ele é uma moderna arena para apresentações musicais, situada em uma paisagem montanhosa e por isso amplamente composta com rochas brutas. Foi utilizado travertino romano, importado da Itália.

O teto parece estar em movimento: uma construção leve e pendente que oferece ao visitante não apenas proteção da chuva, mas que também leva a música produzida na concha teatral para fora. Lá também os fãs de picknicks na natureza também devem ter acesso à fruição artística.

O componente estático é a rocha dos muros. Suas faces frontais são em grande parte clivadas e dão a impressão de um acabamento natural. Articulações abertas reforçam essa impressão. Uma cascata em forma de escada de travertino e um lago completam a composição. Ao longo disso estão quatro blocos grandes de rocha, apenas levemente polidos, em cujas superfícies estão gravados os nomes dos patrocinadores.

O fornecedor dos quase 3.000 m² de rocha foi a empresa Mariotti Carlo, da Itália. O trabalho foi executado pela Kepco+. O projeto foi de Ruscitto/Latham/Blanton Architectura P.A. e o interior da FTL Design Engineering Studio.

Kepco+

Mariotti Carlo

Ruscitto/Latham/Blanton Architectura P.A.

FTL Design Engineering Studio

Harmonia e esplendor são características da Capela de Nossa Senhora da Santa Trindade em Santa Paula, na Califórnia. A capela é o centro do Thomas Aquinas College, uma instituição de ensino superior para especialização de professores de catolicismo.

Os elementos clássicos da renascença italiana e das missões espanholas caracterizam esse templo religioso. Isso também vale para a escolha dos materiais: mais de 20 tipos das mais finas rochas ornamentais foram utilizados, sobretudo mármore de Carrara. O construtor fez várias viagens à Itália para escolher os blocos e supervisionar os trabalhos nas colunas e estátuas. O papa aprovou em 2003 os projetos. A pedra fundamental foi abençoada em Roma.

A fachada principal lembra um arco do triumfo da antiguidade, com um frontispício sobre o qual impera uma estátua da Virgem Maria. As colunas, em calcário Indiana, separam a parede de gesso na vertical. Estátuas de Santo Augustinho e de São Tomás de Aquino margeiam a entrada. Elas foram confeccionadas em mármore de Carrara, assim como a estátua da Virgem Maria no topo, cuja altura é de 2,5 m.

No interior da igreja, 20 colunas, todas feitas de uma única peça de mármore Botticino, decoram a passagem central. 82 pilastras dividem as paredes. A pompa do mármore se assenta também na cúpula, de 24 m de altura. No ábside, continuação da passagem central, está o altar central, em mármore de Carrara com colunas salomônicas, sob um dossel. Os quatro altares laterais, todos da mesma rocha, têm colunas de Rosso Levanto e Rossa Laguna. As padronagens no piso empregam Calacatta Tirreno, Botticino Clássico e Emperador Scura, e alcançam até a separação dos arcos no teto. Vários elementos que compõem a igreja, como por exemplo o dossel sobre o altar, se inspiram na Catedral de São Pedro, em Roma.

O projeto é de Duncan G. Stroik Architect LLC, as rochas foram fornecidas pela Bybee Stone Co, pela empresa italiana Savema S.P.A. e Stone Consulting di Roberto Pagliari. Os trabalhos em rocha foram executados pela Cleveland Marble e pela companhia americano-espanhola Talleres de Arte Granda.

Duncan G. Stroik Architect LLC

Bybee Stone Co

Savema S.P.A.

Roberto Pagliari Stone Consulting

Cleveland Marble

Firma Talleres de Arte Granda

Os Tucker Design Awards premiam contribuições extraordinárias no design e construção com rochas ornamentais, concedidos a cada dois anos pelo Building Stone Institute (BSI) dos EUA. O BSI dedica-se desde 1919 ao trabalho de relações públicas do setor e ao aperfeiçoamento de trabalhadores nessa área.

Os prêmios de 2010

Inscrições para a próxima edição podem ser encaminhadas até 19 de agosto e podem proceder de qualquer parte do mundo. É esperado, no entanto, que os vencedores estejam presentes na cerimônia, realizada nos EUA. O prêmio se restringe à homenagem e suas honrarias. Informações no site da BSI.

Fotos: Building Stone Institute

Outros Prêmios de 2010:

Pilgram-Preis, Áustria (em alemão)

Premio Internacional de Arquitectura Piedra, Espanha (em espanhol, 1)

Premios Macael, Espanha (em espanhol)

World Architecture Festival

Aga Khan Award for Architecture

National Kitchen and Bathroom Association, Nova Zelândia

Pinnacle Awards, Marble Institute of America, EUA

American Society of Landscape Architects (ASLA), EUA

Natural Stone Awards, Grã Bretanha

Global Award for Sustainable Architecture

National Terrazzo & Mosaic Association (NTMA), EUA: 1, Video