www.stone-ideas.com

Arte: Arquitetura como tema de escultura

(Fevereiro 2012) Muitas de suas obras se ocupam de arquitetura, afirma ele, e por esta e outras razões radicou-se em Londres. Para o escultor Ekkehard Altenburger trata-se de buscar um equilíbrio entre prédios e seus entornos, ou entre as construções e as pessoas. Em „Fallen Arch“, por exemplo, ele deixa um mini arco do triunfo de mármore adernar e, no caso da „Mirror house“, cria-se uma linha costeira de uma ilha escocesa na superfície espelhada.

O caminho para Londres e para esse tema foi de fato longo, como se pode imaginar. Afinal, Altenburger provem de uma estância campesina, perdida na fronteira entre a Alemanha e a Suíça, e cresceu em torno de 10 irmãos. Seu primeiro objetivo foi trabalhar como artesão: ele fez curso técnico de entalhador, afirmou-se como um profissional rápido e habilidoso, alcançando o título de mestre ainda na metade de seus vinte anos, ligado a uma catedral no sul da Alemanha. Ali pareceu que havia alcançado o teto de sua carreira.

Contudo, paralelamente ele fez cursos em uma escola superior de arte e ali um professor um dia deu-lhe uma nova direção: „Você deve estudar, como entalhador você ainda não está no lugar que merece.“

Altenburger queria naquela época sair de qualquer jeito do sul da Alemanha, e assim inscreveu-se em Bremen, no norte do país, em uma academia de artes. Através de exames especiais para talentosos ele conquistou uma vaga.

Após 4 anos de estudos pareceu que mais uma vez ele alcançava o teto de uma profissão. Contudo, ao invés de fazer as provas finais, ele seguiu para Edinburgo por dois anos com uma bolsa da União Europeia, a fim de estudar no College of Art da Escócia. A cena escultural da Grã-Bretanha fascinava-o e também a maneira como aqueles profissionais trabalham a rocha.

Depois ele terminou os estudos em Bremen e por fim também um mestrado em arte, no Chelsea College, em Londres.

Em seu trabalho hoje ele utiliza os conhecimentos do tempo de entalhador, conforme disse em nossa conversa. E não trabalha apenas rochas em seus novos projetos.

Há algum tempo ele se interessa especialmente pela combinação de materiais com propriedades contrastantes, seja por exemplo a combinação de rochas duras com borrachas flexíveis.

Ele também experimenta com a composição de superfícies: mais de uma vez ele já pintou o mármore branco Estremoz, de Portugal, com tinta acrílica vermelha, como por exemplo na obra „Close up on pattern“.

Altenburger é membro da Royal British Society of Sculptors.

Ekkehard Altenburger

Fotos: Ekkehard Altenburger