www.stone-ideas.com

MIA Pinnacle Awards: basalto negro para „uma atmosfera de espiritualidade e sofisticação”

O estilo tailandês de arquitetura caracteriza este apartamento em Bangcoc, mais precisamente, trata-se da velha cultura Sukhothai, com seus templos Stupa e outros elementos religiosos. O trabalho em rocha foi realizado pela empresa local Stones and Roses Intl, e isso rendeu-lhe um dos prêmios Pinnacle Awards deste ano, conferido pelo Marble Institute of America (MIA).

O MIA mostra-se fascinado pela cultura asiática em sua breve descrição: „O design objetiva criar uma atmosfera inspiradora de espiritualidade, serenidade e sofisticação.” O projeto foi dos arquitetos da Gooseberry Design.

Contribui significativamente para essa atmosfera nas paredes da sala de jantar o basalto negro amaciado. Em frente a ela foram colocadas obras de arte. O feixe de luz, sob o qual elas estão, é um dos motivos principais do projeto: ele se utiliza do formato das Stupas.

Contribui significativamente para essa atmosfera nas paredes da sala de jantar o basalto negro amaciado. Em frente a ela foram colocadas obras de arte. O feixe de luz, sob o qual elas estão, é um dos motivos principais do projeto: ele se utiliza do formato das Stupas, também chamadas de Chedi, finas torres que afinam em curva, típicas de templos budistas na Tailândia.

O mesmo motivo já chama o olhar na entrada do apartamento: ele é encontrado na divisão entre a sala de jantar e sala de estar. Ali ela é aumentada por um arco, que em nossa foto aparece adornado por uma magnífica planta.

O mesmo motivo já chama o olhar na entrada do apartamento: ele é encontrado na divisão entre a sala de jantar e sala de estar. Ali ela é aumentada por um arco, que em nossa foto aparece adornado por uma magnífica planta. O arco é composto com blocos de arenito marrom e minério de titânio. Isso também faz referência aos Stupas e suas paredes feitas de tijolos.

Especialmente atraente é a parede de basalto com suas mandalas, círculos concêntricos usados em rituais religiosos para meditação.

Especialmente atraente é a parede de basalto com suas mandalas, círculos concêntricos usados em rituais religiosos para meditação. Aqui os anéis foram cortados com uma máquina CNC. Sua forma interna é trabalhada à mão. Grandes e visíveis são as articulações entre as partes individuais – que por sua vez lembram as paredes de pedra maciça dos templos, nos quais há normalmente grandes lacunas entre os grandes blocos individuais.

Os demais beneficiamentos em rochas foram executados pela Stones and Roses Intl nos banheiros e nas áreas em frente aos elevadores.

Os demais beneficiamentos em rochas foram executados pela Stones and Roses Intl nos banheiros e nas áreas em frente aos elevadores.

O apartamento está localizado no 32º andar de um prédio de apartamentos chamado The Sukhothai Residences. A ele se soma um outro andar, onde estão localizados os quartos e etc.

Pinnacle Awards des Marble Institute of America (MIA): Stones and Roses Intl, The Sukhothai Residences in Bangkok.

O edifício foi nomeado em homenagem à histórica cidade templária de Sukhothai, que juntamente com assentamentos vizinhos tem status de Patrimônio Cultural da Humanidade da Unesco. Seu auge aconteceu entre os séculos 13 e 15, como capital do Reino do Sião, então situado na metade norte da atual Tailândia.

A Era Sukhothai deixou não apenas conquistas excepcionais na arquitetura e na escrita, mas também um know-how altamente desenvolvido em gestão de água. Reservatórios, canais e lagos foram criados na época, os quais eram utilizados para irrigação, abastecimento de água potável e ritos religiosos.

Stones and Roses International

The Sukhothai Residences

Unesco Welterbe Sukhothai

Fotos: Stones and Roses Intl

See also:

 

 

 

 

(30.08.2014)