www.stone-ideas.com

Assento cristaliza as lentas transformações e também um momento preciso na vida de uma rocha ornamental

Juntar rochas ornamentais com outros materiais é uma ideia antiga, que provavelmente nasceu com os criadores de mosaicos. Mas raramente já se ouviu falar de que alguém tenha de certa forma expandido rochas ornamentais com resina. Os dois designers da Alcarol, Andrea Forti & Eleonora Dal Farra no entanto fizeram exatamente isto: sua cadeira chamada „Dolomyth” é um pedaço de rocha dos Alpes cortado e moldado na medida para tornar-se uma peça de mobiliário. Ela pode ser tanto uma cadeira quanto uma mesa de apoio.

Alcarol: „Dolomyth“.

O charme especial do objeto está no efeito criado pela resina especial que os designers italianos usaram: ela é cristalina como a água.

Isto, por sua vez, adiciona mais um nível de significado ao produto: as rochas das Dolomitas surgiram há milhões de anos, inicialmente como um depósito calcário em um mar ancestral, até que ao longo das eras geológicas ele tomou a altura do maciço de montanhas que forma os Alpes italianos.

Esses depósitos podem ser vistos na forma de camadas de rocha no cubo.

Alcarol: „Dolomyth“.

O ponto cronológico em que aconteceu a extração congela quase que como num registro instantâneo as transformações da rocha; inclusive com os musgos e líquens que um dia colonizaram aquela pedra. A resina na qual eles são mergulhados não os comprimiu, mas apenas congelou.

Outro detalhe temporal é que esses cubos de rocha vêm de uma pedreira que já não está mais em funcionamento.

Alcarol: „Dolomyth“.

Paralelo a isso, os designers também pensaram no usuário do móvel: embaixo dele existem rolos, com os quais se pode mover a peça.

Alcarol: „FishEye“.

Um trabalho semelhante é „FishEye”, também cadeira ou mesa de apoio. Aqui tratou-se de registrar um instantâneo na trajetória de uma pilastra de carvalho dos trapiches de Veneza. São impressionantes os canais que os moluscos gusano (Teredo navalis) perfuraram na madeira.

Alcarol: „FishEye“.

Bolhas de ar foram mantidas na resina, dando a aparência de que a madeira ainda estivesse sob a água.

Alcarol: „Undergrowth“.Alcarol: „Undergrowth“.

E finalmente „Undergrowth”, uma prateleira ou console. Aqui trata-se de placas de carvalho, onde aros indicativos do crescimento da árvore e também seus musgos foram eternizados em resina.

A reunião de resina com mármore já tinha sido experimentada há algum tempo pela companhia italiana La Perla em sua criação „bi.materia” (veja abaixo).

alcarol

Fotos: Alcarol

See also:

 

 

 

 

(17.11.2014)