www.stone-ideas.com

A extração de rochas cresceu por ano em 7% na última década

Pela 25ª vez foi apresentado pelo Dr. Carlo Montani seu Anuário Estatístico da Indústria de Rochas e na apresentação, durante a Marmomacc, o sempre modesto e discreto senhor das cifras tinha pronta, como sempre, uma retrospectiva positiva: a extração de rochas ornamentais aumentou continuamente ao longo de duas décadas e meia, o comércio e o consumo global também, e ainda mais acentuadamente que a economia mundial em geral.

Apesar da queda durante a crise financeira de 2008/2009, se poderia formular uma constatação assim: rochas não são apenas um material durável, mas também à prova de recessões econômicas – ou pelo menos este setor aprendeu a lidar com crises. Isto é particularmente interessante na medida em que se trata exclusivamente de pequenas e médias empresas. Uma indústria de rochas ornamentais de porte superior a 1000 empregados e produção crescente não existe em nenhum lugar.

Montani limitou-se em sua retrospectiva aos números da última década: neste período a extração (líquida) de rochas cresceu por ano em 7% e o comércio internacional do setor aumentou em mais do que 10% em média.

Com grande satisfação, ele acrescentou que o maior concorrente, a indústria cerâmica, apresentou crescimento mais baixo, conforme mostra a tabela.

Com grande satisfação, ele acrescentou que o maior concorrente, a indústria cerâmica, apresentou crescimento mais baixo, conforme mostra a tabela.

Como é costume nestas apresentações, Montani também salientou que a competição está se movendo em um nível diferente, e como também é seu hábito, convocou a indústria da rochas a fazer mais marketing.

A seguir alguns números atuais do „XXV Rapporto marmo e pietre nel Mundo 2014 / XXV Report marble and stones in the world 2014”, que é publicado em edição bilíngue (italiano e inglês) e pode ser obtido em versão impressa ou via pdf.
* No ano de 2013, 265 milhões de toneladas de rochas foram obtidas em todo o mundo. Isto foi +5% sobre o ano anterior. Convertido em uma espessura de revestimento de 2 cm, esta tonelagem corresponde a cerca de 1,42 bilhões de metros quadrados.
* O comércio internacional de rochas ornamentais atingiu um total de 22 bilhões de dólares. Isto significa +14,9% em relação ao ano anterior.
* Particularmente positivo foi o aumento do consumo mundial per capita, que no entanto é um valor puramente teórico: ele era de 0,135 m² em 2003 e quase duplicou na comparação com 2013 (0.226 m²). Em 2012, o total era de 0.215 m².

A evolução do consumo per capita foi especialmente interessante em alguns países. Cinco países situam-se acima da linha mágica de 1 m² por pessoa.

A evolução do consumo per capita foi especialmente interessante em alguns países, como mostra a tabela. Cinco países situam-se acima da linha mágica de 1 m² por pessoa. Aumentos significativos foram registrados em países anteriormente designados como „em desenvolvimento”, como Brasil, China e Índia. Inesperadamente baixo foi o valor para os Estados Unidos, isso no entanto é relativizado por sua grande população.

Valores decrescentes foram registrados na rica Alemanha, que também tem grande população.

Neste sentido, a análise de Montani de que a indústria da rochas realmente não aproveita o potencial do setor e deveria investir mais em marketing, certamente não está errada. Olhando para mercados emergentes, como países antigamente chamados de ,em desenvolvimento’, ele sugeriu uma análise ampla: „Há boas razões para se evitar uma perigosa concentração de esforços em apenas alguns países desenvolvidos, principalmente do Ocidente.”

Quanto ao „Planeta China”, como Montani define este enorme mercado, ele constatou continuidade no crescimento de importações, exclusivamente de matéria-prima. Ao mesmo tempo, no entanto, houve diminuição de exportação.

Para a próxima década, Montani prevê um forte crescimento continuado.

Para a próxima década, Montani prevê um forte crescimento continuado.

„XXV Rapporto marmo e pietre nel mundo 2014 / XXV Report marble and stones in the world 2014“, Dr. Carlo Montani, Aldus Casa di Edizione, Carrara, Print 35 €, pdf 20 €.

Tabelas extraídas do livro

Foto: Aldus Casa di Edizione

(26.11.2014)