www.stone-ideas.com

Prêmio Alemão de Rochas Ornamentais distribui 30 mil Euros entre projetos de toda a Europa

Na feira Stone+tec (de 13 a 16 de maio de 2015) aconteceu mais uma edição do Prêmio Alemão de Rochas Ornamentais, organizado em conjunto pela Federação Alemã de Rochas Ornamentais (DNV) e pela Ordem dos Arquitetos Alemães. Entre 73 inscrições, o júri escolheu os vencedores em quatro categorias. Projetos de toda a Europa podiam participar, com a condição de que a rocha ornamental neles empregadas também fosse originária da Europa. A dotação total do prêmio foi de € 30 mil. O valor foi dividido em € 15 mil para o grande prêmio, que leva o nome de Prêmio Alemão de Rochas Ornamentais, e os vencedores nas outras categorias receberam € 5 mil cada.

Um arquivo em formato pdf informa sobre os 15 projetos indicados para a avaliação final. O fato de que quase todos os prédios indicados na Alemanha tiveram o mesmo fornecedor de rochas, a empresa Hofmann Naturstein, atesta seu domínio daquele mercado nacional.

Prêmio Alemão de Rochas Ornamentais (em alemão)

 
 
 

Christoph Mäckler Architekten, Hofmann Naturstein: Waldorf Astoria.

Este ano, o prêmio foi concedido ao arquiteto Christoph Mäckler, pelo Waldorf Astoria Hotel, construído em frente à estação de metrô Zoologischer Garten, em Berlim. Com quase 120 metros de altura, esta torre se destaca na região desde muito longe. Seu revestimento é de calcário alemão Trosselfels. Enquanto as fachadas do arranha-céu têm superfícies lisas, as arestas dos vários blocos do edifício exibem ranhuras horizontais.

O júri escreveu: „Com janela para o Zoológico, em um terreno de corte difícil, quase insular (…) surgiu um prédio que caracterizará fortemente seu espaço urbano a longo prazo (…) A composição da edificação, com bem planejadas graduações de volume, projetadas e retraídas, reagem com sensibilidade à situação estrutural urbana.“

As rochas foram fornecidas pela Hofmann Naturstein.

Christoph Mäckler Architekten

Hofmann Naturstein
 
 
 

vetschpartner Landschaftsarchitekten, Truffer Natursteinwerk: Sechseläutenplatz. Photo: Manuel Bauer

O prêmio na categoria paisagismo e composição em área aberta foi para um projeto suíço, que redesenhou a Praça Sechseläuten, em Zurique, do escritório vetschpartner Landschaftsarchitekten, que recebeu € 5 mil. Anteriormente, a área era um desolado estacionamento. O júri escreveu: „Um piso de rocha ornamental (…) precisamente desenhado em blocos de quartzito, com incrustações únicas e perfeitamente incorporadas, como fontes de água e árvores (…) conferem àquela área urbana uma nova identidade.“

A rocha utilizada foi quartzito Valser, fornecido pela empresa Truffer.

vetschpartner Landschaftsarchitekten (em alemão)

Truffer Natursteinwerk
 
 
 

Thomas Müller Ivan Reimann Architekten, Lauster Steinbau: Dienstleistungszentrum Bielefeld.

Na categoria de peças maciças e construções pré-existentes, o prêmio foi para o escritório Thomas Müller Ivan Reimann Architekten, pelo Centro de Serviços de Bielefeld. O comentário do júri: „A edificação se parece com um grupo prédios idênticos, que se comunicam entre si e ainda compõem um grande conjunto. Partes antigas e novas só podem ser distinguidas uma da outra em um segundo olhar. Para isso contribui significativamente a materialidade uniforme da fachada em calcário Jura.“

A empresa Lauster Steinbau executou o trabalho em rochas ornamentais.

Thomas Müller Ivan Reimann Architekten (em alemão)

Lauster Steinbau (em alemão)
 
 
 

Luscher Architectes, Marbrerie Baerlocher: Quartier du Grand-Pré.

Mais um prêmio foi para a Suíça, desta vez na categoria de construção residencial mono ou multifamiliar. O escritório Luscher Architectes foi agraciado pelo condomínio Quartier du Grand-Pré em Crans-près-Céligny. Ali um centro de vilarejo pré-existente foi redesenvolvido através de uma compactação. O júri: „Fachadas detalhadas, mas materializadas de maneira homogênea, caracterizam a estrutura dos edifícios, com áreas semipúblicas e de uso comum (…) As casas individuais formam, com saliências e reentrâncias, volumes diferenciados e oferecem aos moradores áreas residenciais privativas e não-devassáveis na forma de varandas e sacadas de especial qualidade.“

A rocha empregada foi travertino, fornecido pela empresa Marbrerie Baerlocher, de Genebra.

Luscher Architectes

Marbrerie Baerlocher

Fotos: Federação Alemã de Rochas Ornamentais

See also:

 

 

 

 

(14.06.2015)