www.stone-ideas.com

Uma casa em fita na Espanha e sua fachada um tanto incomum em mármore

Arias Recalde taller de arquitectura: casa em fita na Espanha.

O arquiteto Luiz Gonzalo Arias Recalde usou resíduos de rochas ornamentais, compôs cubos e deixou tiras de pedra correrem pelas paredes

Nesta fachada em um sobrado perto de Granada tudo é realmente excepcional. Por onde vamos começar?

Façamos assim: de normal, temos o material, ou seja, mármore Macael, que vem da região e ali é bastante usado na construção civil.

Sua forma construtiva acomodou-se para cumprir a determinação local: a frente da casa deve estar 3 metros recuada do início do terreno.

Mas, então, vem esta fachada, muito diferente das outras casas geminadas. Sua forma construtiva acomodou-se para cumprir a determinação local: a frente da casa deve estar 3 metros recuada do início do terreno.

O arquiteto Luiz Gonzalo Arias Recalde tem uma justificativa para sua concepção: „Nós só não queríamos apenas uma frente de construção tediosa dessas, mas uma fachada com grande dinâmica.“

Gonzalo Arias fez com que cubos se projetassem e recuassem. A frente destes cubos individuais é coberta com mármore, tal como se vê na foto: …

As linhas nos cubos não correm horizontalmente ou verticalmente, como de praxe, mas ao redor das arestas!

… as linhas nos cubos não correm horizontalmente ou verticalmente, como de praxe, mas ao redor das arestas! Sobre este efeito, outra vez comenta o arquiteto: „Queríamos destacar a ideia de a janela se abrir para a rua, mostrar a janela quase em movimento.“

Para este movimento permanecer discreto, foi necessário recuar o centro da fachada: ele consiste apenas de vidro e permite uma abundância de luz dentro de casa.

Para este movimento permanecer discreto, foi necessário recuar o centro da fachada: ele consiste apenas de vidro e permite uma abundância de luz dentro de casa, mas sem que o calor da radiação térmica penetre no prédio. Esta foi, novamente, uma das ideias fundamentais dos arquitetos.

Finalmente, o melhor vem em mármore: a rocha da fachada é de fato feita de resíduos – trata-se de rodapés que a companhia Mármoles Serrano tinha em estoque, queria se livrar deles por qualquer valor e aceitou de bom grado cortá-los para um novo uso.

As tiras foram montadas à mão usando uma cola especial da empresa suíça Sika, presente no mundo todo. O trabalho foi realizado pela empresa de construção Mucarsa.

„Estávamos à procura de um material que tivesse uma aura natural“, escreve Gonzalo Arias, „mas ao mesmo tempo ele deveria se destacar um tanto do comum.“

Arias Recalde taller de arquitectura

Mármoles y Granitos Alfonso Serrano

Sika

Fotos: Javier Callejas

Arias Recalde taller de arquitectura: casa em fita na Espanha.Arias Recalde taller de arquitectura: casa em fita na Espanha.Arias Recalde taller de arquitectura: casa em fita na Espanha.Arias Recalde taller de arquitectura: casa em fita na Espanha.

(29.10.2015)