www.stone-ideas.com

Relevos em rochas ornamentais distinguem uma fachada e oferecem ocupação a artesãos

Mauro Lomba Martínez: Pousada de Armenteira.

Com a Pousada de Armenteira, o arquiteto espanhol Mauro Lomba conseguiu criar um hotel conectado com o lugar e sua gente

Como „espaço para a quietude“ apresenta-se o mosteiro Armenteira em seu site. Ele está localizado no norte da Espanha, perto da costa Atlântica, foi fundado no século 12 e hoje é habitado por uma comunidade trapista.

O mosteiro Armenteira. Foto: Ateliersandra / Wikimedia Commons

O arquiteto Mauro Lomba Martínez teve a missão de construir um hotel visível desde o local. Mais exatamente, tratava-se de uma pousada; com muita cor local e fora das vias do turismo de massa.

Mauro Lomba foi a escolha correta para isso. Ele já havia provado com a Pousada de Ribadumia que pode harmonizar em suas construções um local e sua gente, tradição e história, com modernas exigências turísticas.

A Pousada de Armenteira está composta na forma de terraços e assim dialoga com os tipos de gramados e jardins da vizinhança.

Assim a Pousada de Armenteira está composta na forma de terraços e assim dialoga com os tipos de gramados e jardins da vizinhança. Rochas e madeiras são os materiais que chamam atenção dos olhos tanto dentro quanto fora da casa.

As partes da construção que abrigam os quartos dos hóspedes têm fachadas revestidas com o calcário local. A fachada foi colocada sobre a estrutura crua de cimento e do isolante térmico. Contudo, Mauro Lomba não empregou nas paredes externas de rocha placas em ângulo reto usuais.

Ao invés disso, linhas correm oblíquas sobre as placas individuais ou horizontalmente sobre padronagens semelhantes a relevos.

Ao invés disso, linhas correm oblíquas sobre as placas individuais ou horizontalmente sobre padronagens semelhantes a relevos.

Há outra vez uma referência ao local: as linhas devem lembrar as esplendorosas árvores das matas da Armenteira e os relevos nas cascas das árvores.

Nisto há outra vez uma referência ao local: as linhas devem lembrar as esplendorosas árvores das matas da Armenteira e os relevos nas cascas das árvores.

E mais: os relevos foram criados por cantareiros locais. Mauro Lomba sublinha a intenção por trás disso: „Isso mantém o ofício de cantareiro vivo, que torna única cada peça de fachada e confere ao todo um toque emotivo e artístico.“

Os quartos tomam alguns elementos da arquitetura do mosteiro: em uma parte dos cômodos o piso é revestido com rochas, assim como uma parte do teto e da parede, além de haver ali um banco de pedra.

Os quartos tomam alguns elementos da arquitetura do mosteiro: em uma parte dos cômodos o piso é revestido com rochas, assim como uma parte do teto e da parede, além de haver ali um banco de pedra.

Os quartos estão colocados na área central. Através das chaminés é criado ali um tipo de área de convívio.

Os quartos estão colocados na área central. Através das chaminés é criado ali um tipo de área de convívio.

A entrada do complexo está pavimentada com rochas. No piso, pode-se reconhecer o antiquíssimo caminho para a igreja do mosteiro.A entrada da igreja do mosteiro de Armenteira. Foto: Dimetiamin / Wikimedia Commons

A entrada do complexo está pavimentada com rochas. No piso, pode-se reconhecer o antiquíssimo caminho para a igreja do mosteiro.

Sobre o terraço mais alto foi colocado o restaurante. Seus materiais de certo modo projetam-se para além do peso das rochas.

Sobre o terraço mais alto foi colocado o restaurante. Seus materiais de certo modo projetam-se para além do peso das rochas: a fachada de vidro, suas guias de madeira produzem proteção solar para os cômodos internos. Também aqui há uma reminiscência da mata de Armenteira, além de oferecer a possibilidade de se cruzar transversalmente o cômodo.

Por todo lado há barras de ferro, sobre as quais deverão crescer plantas. Estruturas de vidro trazem a luz dos andares superiores para dentro da construção.

„Quando clareia a névoa da manhã, se vê o mosteiro e se compreende a quietude do local“, escreve o arquiteto.

Mauro Lomba – Arquitecto & Nemonon

Pousada de Armenteira

Fotos: Vicente Fernandez Piedras-Imaxinemos, Adrián Capelo Cruz

See also:

 

 

 

 

(13.05.2016)