www.stone-ideas.com

O designer sueco Erik Olovsson encena os muitos contrastes entre vidro e rochas ornamentais

Erik Olovsson, Studio E.O: „Indefinite Vases“.

Os „Indefinite Vases“ (Vasos Indefinidos) são pequenas esculturas, também utilizáveis para colocar flores

Nestes vasos de vidro e rochas ornamentais do designer sueco Erik Olovsson do Studio E.O se pode cantar vários versos da canção dos contrastes: o vidro é maleável e fluído, em compensação a rocha é firme e quadrática, o vidro está em forma orgânica, a rocha em geometria exata, o vidro em geral transparente, a rocha indevassável, o vidro é frágil, a rocha extremamente dura, e assim por diante.

Erik Olovsson, Studio E.O: „Indefinite Vases“.

Digamos simplesmente assim: as peças da coleção „Indefinite Vases“ (Vasos Indefinidos) são pequenas esculturas, que também podem ser utilizadas para conter flores.

Erik Olovsson, Studio E.O: „Indefinite Vases“.

Caso não estejam disponíveis em depósito, as peças são criadas após a encomenda e enviadas desde a Suécia. A pedido, também se pode incluir outros materiais, além dos visíveis nas fotos, e também outras formas são possíveis. Os preços se situam entre 550 e 1450 € (630 e 1660 US-$).

Erik Olovsson, Studio E.O: „Indefinite Vases“.

O designer ainda menciona aquilo que se deve dizer de cada obra de arte: „Atente para o fato de que são possíveis diferenças de tamanho e cor, já que o vidro é moldado manualmente.“

Aqui, contudo, vidro e rocha coincidem: também em mármore, granito e cia as diferenças de peça para peça são normais.

Studio E.O

Fotos: Gustav Almestål

Erik Olovsson, Studio E.O: „Indefinite Vases“.

See also:

 

 

 

 

(20.06.2016)