www.stone-ideas.com

Recomeço em Carrara: a Marmotec apresenta encontros no sistema b2b-Meetings e faz da internet uma extensão da feira

Os b2b-Meetings da Carrara Marmotec foram preparados com muito trabalho e deram ótimos resultados, afirma a feira.

Outras novidades da edição „zero“ em maio de 2016 foram os congressos sobre sustentabilidade e o incentivo para startups

A feira Carrara Marmotec tratou de criar um recomeço e se reinventar. Em um comunicado de imprensa da organização IMM Carrara, a edição deste ano é chamada de „zero edition“, quer dizer, edição número zero. Lembrando: a mostra bianual ao pé das montanhas brancas de Massa e Carrara aconteceu pela 32a. vez, mas nos últimos anos vinha perdendo expositores e visitantes dramaticamente.

As partes centrais do novo conceito são: b2b-meetings com uma preparação especial, uma conferência sobre sustentabilidade com temas importantes para o setor e um incentivo especial para empreendimentos startup na região.

Agora os números da feira: 189 expositores se apresentaram de 18 a 21 de maio de 2016 em uma área de cerca de 20.000 m². O número de visitantes chegou perto de 10.000, segundo os organizadores: 23% do estrangeiro, provenientes de 55 países.

A razão do recomeço da Marmotec teve como base: no mundo todo, (quase) todas as feiras regionais estão sofrendo quedas, começando com a Piedra em Madri, passando pela Stone+tec em Nurembergue, e isso para citar apenas duas. A Piedra tratou de juntar outros setores sobre um mesmo teto, e em Nurembergue o evento foi atrasado em um ano, para que um novo conceito seja criado.

Os b2b-Meetings da Marmotec poderiam ser uma renovação interessante. A ideia não é nova, aliás, a IMM Carrara organizou os encontros entre fornecedores com compradores potenciais de um jeito diferente: trabalha-se junto com uma agência, que – dois meses antes da feira – começa a organizar o pareamento ideal para os participantes.

Isso aconteceu com ajuda de programas especiais de computador, de modo que ao final cada expositor de rochas naturais tivesse uma agenda de 30 encontros. Entre os fornecedores de tecnologia, este número chegou até 38. „A escolha dos compradores é um processo logo e difícil“, conta a feira sobre a experiência.

Ao todo, foram realizados 3.432 encontros, afirma a feira. „60% dos vendedores se disseram satisfeitos, enquanto a satisfação entre os compradores chegou a mais de 85%.“

E de onde vieram os compradores?

„Com um Incoming Programm, em parte financiado pela Agência Italiana de Comércio (ICE) e a região da Toscana, trouxemos 220 compradores internacionais para Carrara“, informa ainda o comunicado de imprensa.

Finalmente: para os convidados havia também um „intenso programa de treinamento“, destinado a convencê-los da qualidade da rocha e da tecnologia da região.

Por assim dizer, eles foram mantidos na rédea curta.

Outra parte importante do novo perfil da Marmotech foi a First International Sustainable Stone Conference, na qual se tratou de temas „ecológicos“ no contexto do setor de rochas naturais. A professora italiana Francesca Golfetto, por exemplo, vê a feira do futuro como um tipo de „cluster tecnológico temporário“, onde representantes de setores se reunirão por um tempo curto para compreender com profundidade coisas que já ouviram falar ou leram na internet.

A conferência implementou isso ao explorar em várias palestras todos os aspectos do tema sustentabilidade no setor de rochas.

Em termos de inovação, também se tratou de subsidiar empresas startups. A Marmotec ofereceu a algumas destas iniciantes, e a baixo custo, áreas expositivas.

Aqui fazemos um comentário resumido:
* no b2b-Programm da Marmotec, parte dos contatos, tal como a feira planejou, começou na véspera do evento, via internet;
* foi investido grande esforço para a obtenção de „matchings“ (pareamentos) otimizados;
* outra marca registrada do b2b-Programm foi a contínua aferição da satisfação dos participantes;
* se levar compradores até o local não é contraproducente a longo prazo, é coisa a ser observada;
* foi decepcionante no congresso a baixa participação de representantes de empresas da região de Carrara. Não seria o caso de futuramente se buscar uma ênfase na atração da nova geração para eventos assim?
* Não há dúvida de que assim as feiras menores terão chances, já que os grandes eventos como Xiamen e Verona ficaram tão grandes que lá „tudo passa voando pelo observador“, como já reclamam alguns visitantes;
* o ritmo bianual da Marmotec pode até ser positivo para o novo conceito, afinal novidades de fato não amadurecem tão bem em edições anuais.

Nossas fotos mostram o trabalho de 2 empresas startup e do Liceo Artistico Felice Palma-Massa.

Carrara Marmotec

First International Sustainable Stone Conference: Conference Proceedings Book

„Trade Shows in the Globalizing Knowledge Economy“, Harald Bathelt, Francesca Golfetto and Diego Rinally, Oxford University Press

Be-different

Apuana Corporate

Liceo Artistico Felice Palma-Massa

Fotos: IMM Carrara / empresas / Peter Becker

A empresa Be-different criou um (patenteado) apoio para Tablets e Smartphones no qual se pode controlar a inclinação da tela com uma mão só.A empresa Be-different criou um (patenteado) apoio para Tablets e Smartphones no qual se pode controlar a inclinação da tela com uma mão só.Da Be-different vieram também as bolas de gude em mármore, muito eficientes para gelar.Na „Marble Leap“ a Apuana Corporate colocou sensores em um tampo de mesa. Com eles é possível carregar baterias sem cabos...... ou controlar à distância as funções de aparelhos.Liceo Artistico Felice Palma-Massa.Liceo Artistico Felice Palma-Massa.Liceo Artistico Felice Palma-Massa.

(04.08.2016)