www.stone-ideas.com

Mercados: Coesão por trilhos e peso

(Maio 2010) „The Wall é o nome, claro“, diz Cem Uras e ri. Havíamos perguntado qual o nome do sistema de paredes de pedra encaixáveis e, após uma curta hesitação, ele veio com uma famosa canção do grupo pop Pink Floyd. O sistema é patenteado e surpreendemente simples. Uras desfia então uma gama de aplicações possíveis, e faz referência a uma precaução que caracteriza as construções em sua terra natal, a Turquia, e sua terra de adoção, a costa oeste dos EUA: „Com o The Wall, pode-se construir prédios à prova de terremotos.“

O princípio se baseia na sobreposição de duas placas de alvenaria, que são encaixadas através de trilhos e ranhuras estreitos. A pedra de baixo contém a ranhura e a de cima o trilho, que se encaixa na primeira.

A construção é desenvolvida em forma quadrática, como por exemplo as bordas de um muro de pedra próprio para churrasqueiras de jardim. Elas se sustentam sem necessidade de reforços. Afinal a força exercida pelo lado de fora é absorvida pelo encadeamento das peças e dessa forma neutralizada. Esse tipo de construção pode ser desmontado e reagrupado indefinidamente em novas combinações.

Para manter estável os murinhos de um jardim doméstico, bastam os pesos próprios de cada pedra. „Caso se deseje construir um muro estável e resistente a qualquer movimento, pode-se unir as diferentes peças com cola industrial”, afirma Uras. A vantagem sobre o muro comum de cimento continuará sendo um tempo de construção mais curto e mais acessível aos leigos, adeptos do faça você mesmo.

De acordo com a aplicação, podem ser combinadas diferentes dimensões. A peça padrão mede 30,5 cm x 15,2 cm x 10,2 cm e tem ranhuras em cima e embaixo. Existem também peças especiais para acabamento, como cantos, tampos e etc. Como base, utiliza-se uma placa de dupla largura. O trilho de encaixe também é de pedra.

A.N.S. Mermer

Fotos: ANS Mermer