www.stone-ideas.com

Arquitetura: Cozinhando em ambiente nobre

(Fevereiro 2012) Bohus Grey (Bohus Cinza) é um granito da Suécia. Sua aparência transmite um calor incomum para o material, visto que sua coloração tem muito de bege. A superfície nas cozinhas aqui fotografadas é escovada. O tratamento confere à rocha uma aparência moderna e lhe dá uma sensação tátil especial: é bastante agradável tocá-lo.

A espessura do tampo de cozinha em ambos os modelos é de 4 cm. Stefan Wolf, chefe da empresa Natursteinwerk Rechtglaub-Wolf, explica por que: „Uma estação de cozinha dessas é sempre volumosa. Um tampo fino sobre a estrutura simplesmente não combinaria.“ Em princípio seria possível se trabalhar com espessuras menores, diz ele, e ri: „De todo modo, a rocha não deve ser mais fina do que a costela ou a chuleta que se vai cortar e temperar ali em cima.“

Também é possível conferir uma aparência mais espessa a um tampo ao se adicionar frisos ao longo de suas laterais; contudo, a verdadeira espessura se revelará em torno da pia.

Transportar e instalar tampos espessos não é problema para os especialistas no assunto e os móveis que normalmente os suportam aguentam bem o peso.

Em todo caso, é de se recomendar um painel do mesmo material na parede ao lado, para prevenir manchas. Em nosso modelo o painel tem espessura de 2 cm, composto em peça única.

A peça e o tratamento foram fornecidos pela Natursteinwerk Rechtglaub-Wolf de Lübeck na Alemanha. (em alemão)

Em seu site, eles informam sobre seus exemplares de granito Bohus Grey (em alemão).

Fotos: Rechtglaub-Wolf

Uma cozinha com área de 6 m² não deixa muito o que fazer, dirão alguns. Contudo, um exemplo da Espanha mostra o contrário em rocha ornamental: a moradora escolheu um contraste em preto & branco e, para que o visual não parecesse demasiado duro, optou pelos mármores Macael branco e cinza.

As estruturas nessa rocha animam a impressão visual da composição.

A descontração também vem das superfícies distintas: enquanto os revestimentos do piso são polidos, aqueles aplicados na parede foram envelhecidos. Também a rocha do tampo foi envelhecida. Isso não é muito comum, mas a moradora explica: „Eu gosto das coisas incomuns“. Na pia o tratamento escolhido para o material foi o amaciado.

Para maior proteção, o mármore foi impermeabilizado.

Os revestimentos foram fornecidos pela empresa Canteras Arriaga. (em espanhol)

Os tampos foram fornecidos pela Mármoles Ortisor. (em espanhol)

Fotos: Juan José Barroso González (E-Mail)

Três materiais compõem a cozinha „Kaos“, desenvolvida pelo estúdio de design The Gallery, com sede em Madri: vidro, rochas artificiais e ornamentais foram empregadas no tampo de cozinha e armários. De acordo com o desejo do cliente podem ser escolhidas diferentes variações.

No caso da rocha trata-se de um granito da coleção Naturamia, da empresa Levantina: o Warwick Satén indiano ali tem 8 mm de espessura e assim podem ser também a superfície de portas e paredes dos armários. Antes de ser aplicado ele passou por tratamentos „Ultrastark“, de modo a ser fácil de lavar e manter.

Levantina Naturamia

Fotos: Levantina