www.stone-ideas.com

Arquitetura: Enfeitado com muito carinho

(Junho 2012) A cidade se auto-intitula „o berço de Portugal“, e o nome se origina do fato de que dali, no ano 1128, saiu o primeiro rei do país. A partir disso, até hoje em Guimarães se tropeça em coisas que são típicas no país todo. E nesse ano ela também é uma das Capitais Europeias da Cultura.

Tomemos por exemplo a praça Largo do Toural: ela está pavimentada com pedras claras e escuras, um piso famoso no mundo todo como Calçada Portuguesa.

Ou ainda a mistura de cores gritantes e neutras nas fachadas, com estuque ou rochas ornamentais. Nesse contexto, merecem destaque os azulejos, outro revestimento português inconfundível.

Com muito carinho e grande esforço essa cidade se enfeitou nos últimos anos. O centro histórico teve seus antigos pisos de granito renovados, pela empresa Superinertes, que é especializada nesse tipo de trabalho, também nos mais altos estilos.

A mesma rocha presente nas calçadas também se encontra em várias fachadas de andares térreos, contudo claramente mais escuras e envelhecidas. Esses prédios são testemunhas da fundação da cidade.

São especialmente românticas as ruelas onde não há trânsito de carros, com praças gloriosas, cercadas com pompa por casas e sacadas grandiosamente adornadas com gradios em ferro. Desde 2001 o centro histórico local faz parte do Patrimônio Cultural da Humanidade.

Também Maribor, na Eslovênia, é Capital Cultural Europeia neste ano. Muitos de seus prédios são construídos em calcário local, o chamado mármore Carste. Esse mesmo material também existe em grandes quantidades em Veneza, por ser bastante resistente à umidade.

Guimarães Capital Cultural

Superinertes

Maribor Capital Cultural