www.stone-ideas.com

Feiras: a Mongólia Interior mostra a cara

(Junho 2012) Talvez a principal atração da feira Stonetech, de 25 a 29 de abril em Shanghai, tenha passado despercebida pela maioria dos visitantes estrangeiros, afinal tudo se passou em língua chinesa: a Mongólia Interior apresentou-se como novo player no ramo de rochas. Ela é a província mais ao norte do país, dotada de grandes riquezas minerais, incluindo terras raras e rochas, entre outras. Mostramos alguns dos granitos que atualmente são extraídos lá e que chegam ao mercado com preços baixos.

Empresas da China estão agora presentes nessa região autônoma do país. Os produtores locais já haviam se apresentado em Shanghai há dois anos.

Conforme especialistas da região contaram em conversas ao longo da feira, a Mongólia Interior pode se tornar também um mercado significativo para a importação de rochas. A província, que no imaginário estrangeiro ainda está ligada às barracas Yurtes e à vida nômade, deve ter mais ricos do que Beijing. Aparentemente, trata-se dos proprietários de grandes terras ricas em minérios. Em todo caso, feiras de artigos luxuosos já são assunto corriqueiro por lá.

De 25 a 27 de julho desse ano deve acontecer na cidade de Xianghuang Qi a primeira feira de rochas. Ela será patrocinada pelo CCPIT Building Materials Sub-council, que também é provedora da Stonetech, assim como de outras feiras. Contatos com a CCPIT devem ser feitos através da Sra. Sheri (Mail).

A Stonetech se reveza anualmente entre Shanghai e Beijing. Nas edições passadas, falamos que ela se encontrava numa crise, contudo, parece que a feira está conseguindo desenvolver um perfil próprio. Faz parte desse perfil, por exemplo, o fato de que a maioria dos expositores apresentam rochas de categoria luxuosa. A empresa chinesa Yunfu Di Gong importa do Irã ônix e jade para oferecer composições exclusivas em paredes, para citar apenas uma.

Também havia muitos exemplos de marchetaria e mosáicos com rochas.

Ao que tudo indica, os expositores têm compradores com grande poder aquisitivo voltados para centros como Shanghai e Beijing. Também empresas europeias apresentaram suas rochas, como a italiana Gruppo Tosco Marmi, com seu mármore.

A Stonetech ocupou neste ano dois grandes pavilhões. O segundo foi totalmente ocupado por produtores de máquinas de beneficiamento de rochas.

Gostaríamos de destacar duas decisões dos organizadores da feira voltadas para o estabelecimento deste perfil. Uma foi o Stone Design Summit, com o objetivo de atrair arquitetos e designers e ao mesmo tempo servir como vitrina para novas ideias. Foram palestrantes Guo Qiming, diretor de design e professor convidado, de Shanghai, e Jia Baban, fundador de um instituto de design de Hong Kong, o qual falou sobre Fengshui e sobre o espírito das rochas. Peter Becker, da Stone-Ideas.com, falou sobre design de produtos de uso diário em rochas e seus nichos de mercado.

Outra atitude na direção desse novo perfil foi a New Product Arrival Press Conference, na qual expositores podiam se apresentar. A oportunidade foi aproveitada, entre outros, pela empresa Denchi Stone, que representa os grupos Truffer da Suíça e Minera da Noruega, além da Rockmark, especialista australiana em arenitos.

Stonetech 2013, de 18 a 21 de abril em Beijing

Yunfu Di Gong

Veik Group

Gruppo Tosco Marmi

Denchi Stone