www.stone-ideas.com

Design: Confrontando frisson e efemeridade com uma mesa

A atenção é um bem raro na era da informação. Por isso um frisson permanente permeia nosso cotidiano, seja com alto número de telefonemas ou com uma cornucópia visual. Contudo, isso também abre para os produtos um caminho inusitado no que tange à nossa atenção, não tanto pelo fato de saltarem aos olhos, mas porque, graças a suas sedutoras formas, não soltarem mais o imaginário de quem põe os olhos neles.

Falamos de design, ou estilização, e nisso destaca-se a Marsotto Edizioni. Ela foi criada há alguns anos, a partir de um negócio familiar sesquicentenário, e dedica-se à fabricação de produtos cotidianos de rochas ornamentais. Em abril ela mostrou seus mais novos produtos na feira internacional Salone del Mobile, em Milão.

Desta vez tratou-se de mesas, como de hábito feitas de mármore de Carrara fosco e polido. Na composição desta superfície trata-se de um meio termo entre o amaciado e o polido. Também como de hábito, foram convidados a colaborar diferentes designers. A linha mestra da composição, ou direção de arte, ficou, como de costume, com James Irvine e o casal de empresários Constanza Olfi e Mario Marsotto.

„Lino“ é como Irvine batizou sua mesa de jantar, disponível em quadro tamanhos (280 cm x 110 cm; 240 cm x 100 cm; 200 cm x 90; 140 cm x 140 cm). A altura dessa e de todas as outras da coleção é 72 cm.

Mas não queremos recomendar apenas os detalhes do design…

… mas também os, certamente não tão excitantes, aspectos técnicos.

Com aquelas mesmas dimensões, Naoto Fukasawa compôs a mesa de jantar „King Poodle“.

Em „Pondicherry“, Jasper Morrison decidiu-se por um tampo de mesa redondo, com três dimensões para os tampos, de 150 cm, 130 cm, 110 cm de diâmetro. A espessura é de 3 cm. Nas outras criações há tampos de 4 cm e 5 cm de espessura, que em grandes dimensões implicam também em algumas alterações para reduzir o peso total.

Outra marca registrada da Marsotto Edizioni é a ausência de frisson, ou dito de outro modo: o design deve opor-se efemeridade atual, e seus objetos devem ser capazes de serem passados de uma geração para outra.

A essa experimentação dedicam-se tanto Irvine quanto o casal de empresários. Como no caso de David Chipperfield, com seu sistema modular „Colonnade“: de 2 peças deixa-se compor uma longa mesa, mesmo que a assimetria seja um elemento, digamos, incomum. Com 98 cm de largura, tem comprimento de 116,5 cm e pesa 135 kg. A peça central tem 98 cm x 150 cm e pesa 160 kg.

Por fim foi apresentada „Topkapi“ de Konstantin Grcic. Aqui as pernas parecem ter sido rapidamente dispostas e o tampo simplesmente largado em cima, como uma estrutura sobre a qual os pintores viessem em seguida subir nela para colocar papéis de parede.

A vista de alguns detalhes mostra certas questões técnicas que os designers tiveram de suar para resolver.

Marsotto Edizioni

Fotos: Miro Zagnoli

(Julho 2012)