www.stone-ideas.com

Arquitetura: Banhando-se em alto estilo

(Julho 2012) É puro luxo o que a empresa italiana Athena mostra na seção „Picture“ de sua página na internet. Daqueles projetos, escolhemos um banheiro em uma mansão privada, no qual esta firma localizada em Arzignano, ao sul dos Alpes, realizou o beneficiamento e instalação das rochas. A composição é assinada por Arlette Coussin, da La Maison Classique, um escritório de design local.

A Athena é especializada em projetos extraordinários em rocha. Isso significa tornar realidade os sonhos dos clientes, e aqueles intensamente sonhados. Para isso seus especialistas oferecem a classe de uma artesania altamente especializada, começando com a escolha do material apropriado, passando pelo melhor beneficiamento da rocha elegida até a instalação de cada peça. „Confiabilidade é nosso maior trunfo“, afirma um slogan naquele site. Uma consultoria na composição do projeto também faz parte do pacote oferecido.

Foram utilizados nesse projeto italiano diferentes tipos de rochas. O material dominante é o calcário italiano Breccia Venezia, com sua cor avermelhada. Uma análise do material indica sua origem em uma falha geográfica, onde há milhões de anos diferentes restos de pedras foram „cozinhados“ pelas forças da natureza. Isso conferiu a essa rocha em especial sua padronagem particularmente decorativa. Em torno da banheira e sobre a escada foi aplicado o mármore espanhol Estremoz Creme. O também branco calcário Trani, italiano, recobre o arco sobre o local. Como é de praxe, as rochas aplicadas no banheiro foram previamente seladas.

Athena

Sonhos que se realizam e luxo são também a senha no Maer Charme. Essa filial da empresa romena Maergroup especializou-se em pedras semipreciosas e sua aplicação em arquitetura de interiores. Mostramos por exemplo um Quartzo Branco no banheiro de uma mansão em Cazã, na Rússia. O material, em determinadas formas, também é chamado cristal de rocha.

Há diferentes possibilidades de emprego de predras semipreciosas em aplicações desse tipo. Nesse caso foram cortadas fatias finas da rocha, de 2 cm até 3 cm, coladas um ao lado da outra com resina. Assim resulta uma chapa fixa, que pode ser retrabalhada. O material bruto é originário da África e foi especialmente procurado para esse trabalho.

O atrativo desse meio termo entre rocha artificial e ornamental não está apenas no brilho especial da pedra semipreciosa, particularmente radiosa quando retro-iluminada, como nesse exemplo de um outro projeto.

Também a própria aparência das placas pode ser composta segundo o desejo do cliente. Algumas firmas inclusive oferecem ao encomendante a possibilidade de participar no processo produtivo das placas, de modo que ele obtenha um material absolutamente individualizado. Entre outras possibilidades, as placas recebem também finas aplicações de esplêndidos fósseis. Madrepérola é outro material especialmente procurado, assim como madeira petrificada.

É claro que essas peças feitas a mão têm seu preço. Elas serão agregadas ao projeto – como mostrou nossa exemplificação – sobretudo para realçar a composição.

Maer Charme

Três tipos de rochas ornamentais combinadas com madeira antiga marcam a imagem de um banheiro na cidade de Bentelo, na Holanda: os revestimentos em tons ocres são de travertino Medium da Turquia, os negros são de ardósia Black Slate do Brasil, as pias são de calcário Black Dream.

O design é do proprietário do imóvel. „A combinação dos materiais é perfeita“, nos descreve ele por e-mail.

Juntamos a ela uma foto de uma das salas da casa.

As rochas foram fornecidas pela empresa Africa Slate and Tiles, sediada em Bentelo. O nome é um tanto desorientador, na medida em que se refere apenas à especialidade da firma. Na verdade essa empresa têm parceiros comerciais em todos os continentes. O chefe é Marcel Westendorp, e as fotos (sim, agora revelaremos) são de sua própria residência. A ardósia ele conseguiu junto à empresa brasileira Minas Slate, sediada no estado de Minas Gerais.

Africa Slate and Tiles

Minas Slate

Fotos: Divulgação das empresas

See also: