www.stone-ideas.com

Design: Faça-se a luz… e a eletricidade

(Agosto 2012) Há algum tempo alertamos que a indústria de rochas deve tratar já de uma concorrência incontornável: as células solares vão substituir as placas de rochas nas fachadas, porque os custos energéticos estão subindo no mundo inteiro. A não ser que se consiga desenvolver uma forma de „co-habitação“ amigável para ambos os materiais no revestimento externo de prédios.

Então vem da Itália uma solução bastante original para o problema. Lá uma empresa desenvolveu células solares que imitam a aparência de rochas e também de outros materiais. Assim se poderia atualmente distribuir áreas com rochas ornamentais e células solares em cada fachada de propósito energético.

A cada um o seu. A empresa Dyaqua Art Studio é uma iniciativa familiar com sede em Grumolo delle Abbadesse na província italiana de Vicenza. Ela ocupa-se desde sua fundação, no ano 2000, de novas ideias para materiais, entre outras com rochas artificiais luminosas, para aplicação em restaurações.

Essas pedras luminosas têm em suas superfícies externas uma aparência que pode imitar uma rocha ornamental. Para os olhos humanos essa superfície parece compacta, mas de fato ela é translúcida, de modo que as luzes LED, posicionadas ali embaixo, conseguem transmitir seu brilho. O conjunto é firmado sobre uma base de cerâmica.

„LED Aqua Light“ é como o produto, desenvolvido desde 2008, foi batizado por seus descobridores, pai, filho e filha da família Quagliato. O produto já se encontra no mercado e já teve seu desempenho aprovado em condições reais, por exemplo, na Via Krupp em Capri. Estão aplicadas ali em uma modernização onde de dia as luzes não devem ser percebidas em lugar algum. A palavra Aqua no nome faz referência ao fato de que o produto se adapta ao formato de qualquer recipiente.

„Até nossa rocha, partindo célula fotovoltaica, o passo foi pequeno“, descreve-nos Elisa Quagliato por e-mail. Se é possível a luz atravessar a superfície mais externa desde o interior, então também pode funcionar ao contrário, quando a luz do sol vier de fora para dentro.

Depois de algumas experimentações e modificações técnicas, os primeiros protótipos ficaram prontos. „Para uso em telhados, o produto já se encontra em fase de certificação“, informa Elisa.

Em alguns meses eles poderão entrar em produção. „Outros protótipos serão lançados no ano que vem“, completa ela. O produto já recebeu vários prêmios na Itália.

Dyaqua

Photos: Dyaqua

 

See also: