www.stone-ideas.com

Design: Bicicletário, Placas Aquecidas e Fontes

(Outubro 2012) „Tweak“ (pinça) é como Alicin Erdal, Mustafa Özkurt e Yusufhan Doğan batizaram seu projeto para um apoio de bicicleta em rocha ornamental, com o qual obtiveram o 1º prêmio de um concurso de design organizado na Turquia.

75 cm é a altura do pequeno bloco, 52 cm a profundidade e 20 cm a largura, de modo a pesar 20 kg na balança e assim dispensar grandes ancoramentos no solo. Estacionar bicicleta ali é simples e também foi pensado um modo de acorrentá-la no local. Até mesmo na produção em massa, foi pensada pelos designers.

O concurso foi realizado pela Associação de Exportadores Minerais de Istanbul (Istanbul Mineral Exporters Association, İMİB) em conjunto com a Universidade de Belas Artes Minmar Sinan e uma agência de desenvolvimento. Os participantes foram estudantes de diferentes universidades e escolas profissionalizantes, além de profissionais iniciantes.

A tarefa consistiu em apresentar novas ideias para produtos cotidianos em rochas ornamentais. Os prêmios em dinheiro foram de 12.000 a 2.000 Liras Turcas (~5100 Euros a ~850 Euros / ~6200 Dólares a ~1110 Dólares).

O 2º prêmio foi para Kemal Şahin Yılmaz por „Proformalin“. Aqui, pequenas partes de rochas foram colocadas em uma porção de plexiglas.

Após o resfriamento, as placas tornam-se rígidas e permitem diferentes efeitos de luz.

„Warm-Touch“ é como a Refiye Funda Doğru batizou sua ideia de transportador térmico: os seixos, que sobre um aquecedor acumulam calor, podem, por exemplo, ser colocados sobre o ventre, aliviando eventuais cólicas.

Esses projetos, pequenas placas coloridas em marrom, ajudam a manter quentes as comidas. Também nas placas fixas, instaladas em torno dos dutos condutores de calor, a temperatura é mantida por longo tempo. Essa ideia recebeu o 3º prêmio.

Um exemplo de como fundir tradição e modernidade é a fonte de água potável „Seblevi“ da Büşra Nur Güleç e do İsmail Arpacı: a forma curva empresta à figura a aparência de um dervixe dançante. Suas danças de roda remetem ao poeta e místico persa Dschalal ad-Din ar-Rumi (1207-1273), ou em turco, Mevlânâ. Sua filosofia almeja a harmonia entre as pessoas e também com a natureza e com a religião.

Nesse sentido, os dois projetistas não pensaram tão somente nas pessoas, que em cima bebem da fonte. Dali a água corre ao interior por um cano e reaparece abaixo no bebedouro para animais. Para que também se possa colocar ali suas rações, foi instalado no pé da estrutura uma cavidade, entre placas de rocha e uma gaveta de metal, a qual se deixa retirar. O projeto recebeu menção honrosa, assim como os dois que se seguem.

„Fix“ é um reaproveitamento ideal de resíduos. Ele pode ser fabricado mais grosso para pisos e mais fino para paredes. A forma individual de cada peça permite interessantes combinações, com uma ou outra cor. A designer foi a Esin Ekincioğlu.

Os assentos „Escada“ foram desenvolvidos por duas jovens e um rapaz, respectivamente Büşra Mehlika Kurt, Fulya Certel e Sencer Özdemir. O título endossa o fato de que os bancos têm diferentes alturas. O centro desse arranjo oferece um mini obelisco maciço que serve de mesa. Seu material, inclusive nos assentos, é rocha. A estruturação dos assentos é feita de metal, de modo a manter o todo mais leve para ser mais facilmente movimentado e também mais confortável.

„Geometry Collection“ é como a Semiha Kan batizou seus acessórios para interiores. Eles vão de candelabros a almofarizes, incluindo pequenas panelas, para citar apenas alguns.

„Twist“ é o nome que Mustafa Özkurt e Yusufhan Doğan deram a seu suporte de guarda-sol. Ambos já foram mencionados aqui, quando comentamos o primeiro destes prêmios.

Um total de 64 inscrições concorriam neste concurso. O conceito do evento, cujo nome original é „Doğal Taş Kullanımında Ezberleri Bozmak“ (Novas Ideias para Rochas Ornamentais no Dia a Dia) é descrito pelo presidente da İMİB, Mehmet Özer, em publicação daquela entidade. Ele refere-se ao fato de que em 2023 será comemorado o centenário da República na Turquia, e que até lá o país pretende estar na lista dos 10 maiores exportadores mundiais. Na data, as exportações totais do país devem alcançar valores anuais de 500 bilhões de Dólares. A İMİB quer contribuir com 15 bilhões de Dólares e a indústria de rochas local com cerca de 7 bilhões de Dólares.

A ideia central é que a Turquia lucrará mais com produtos acabados do que com matéria-prima bruta. O concurso de design foi uma contribuição no sentido de despertar as mentes criativas do país para as possibilidades nesse setor.

Informações: İMİB, Banu Surmen (E-Mail)