Alemanha continua grande consumidora

Demanda por rochas ornamentais na Alemanha é alta: Berlin, Hausvogteiplatz.

(Julho 2013) „A demanda por rochas ornamentais na Alemanha mantém-se quase constante“, informa a Federação Alemã de Rochas Ornamentais em uma análise de mercado divulgada na feira Stone+tec em Nuremberg. De fato houve redução no consumo (-3,8% em valor, -4,9% em volume), contudo a federação interpreta isso como variação estatística normal, associada ao cancelamento ou anúncio de grandes projetos. Todos os números referem-se a produtos acabados.

As rochas ornamentais lucram com uma „crescente conscientização ecológica da população“, acrescenta aquele release de imprensa. Como o material é associado tanto à afluência econômica como também a um estilo de vida sofisticado, é esperado crescimento „sobretudo na construção de imóveis de alto padrão“. Uma demanda crescente por rochas ornamentais aparece também em paisagismo e jardinagem.

Apesar do recuo, no total o consumo interno do país no ano passado foi de 579.335.000 de Euros (2.067.831 t). Isso coloca a Alemanha, com seus 80 milhões de habitantes, no alto da lista internacional de consumo per capita.

Também na importação de produtos acabados houve pequena variação em relação ao ano passado (veja tabelas). Na exportação houve crescimento e a produção doméstica manteve-se basicamente constante.

Federação Alemã de Rochas Ornamentais – Deutscher Naturwerkstein-Verband (DNV) em alemão(DNV

(19.07.2013)