Pinnacle-Awards: Harris County Courthouse em Houston, no Texas, é devolvida a seu esplendor em mármore

Harris County Courthouse in Houston, Texas.

(Setembro 2013) „Jóia do Sul“ é como foi batizado o Harris County Courthouse em Houston, no Texas, quando inaugurado em 1910. O merecimento desse título foi novamente posto à prova recentemente: seu estado original foi restaurado e o interior dessa corte de justiça apresenta mármores em um esplendor que talvez fosse mais esperado em um palácio das 1001 Noites.

„Jóia do Sul“ é como foi batizado o Harris County Courthouse em Houston, no Texas, quando inaugurado em 1910.

Os trabalhos de restauro em rocha ornamental receberam um dos prêmios Pinnacle Awards do Marble Institute of America (MIA) deste ano. O prédio que abriga a corte de justiça local foi projetado pelos arquitetos Lang e Witchell. Daquele escritório saíram também vários outros prédios hoje listados no National Register of Historic Places (NRHP, Registro Nacional de Prédios Históricos). Também o Harris County Courthouse faz parte dessa lista.

O interior se abre em uma rotunda, que se ergue sobre 6 pisos. Ornamentando ela, há um mosaico de vidro.

O interior se abre em uma rotunda, que se ergue sobre 6 pisos. Ornamentando ela, há um mosaico de vidro, sobre o qual está a cúpula da construção.

Dificilmente se verá em outro lugar do mundo tamanhas placas de Book-match e Diamond-match (Quarter match).

Ao chegar à rotuda o visitante já está profundamente impressionado com o esplendor do mármore nas paredes e nas duas escadarias. Dificilmente se verá em outro lugar do mundo tamanhas placas de Book-match e Diamond-match (Quarter match): a placas em peças inteiriças foram compostas numa tal ordem que suas estruturas parecem crescer e forrar as paredes, conferindo à construção uma unidade ainda maior.

Quem viu o interior do prédio em 1953 (esq.) talvez não acreditasse.

Quem viu o interior do prédio em 1953 talvez não acreditasse. Na época houve uma reforma e como o espírito daquele tempo demandava mais sobriedade, o que se viu foi terra arrasada: o mosaico de vidro foi retirado, foram acrescidas novas camadas, o material das escadarias foi retirado e aplicado em outros lugares do prédio. Através do mosaico no piso foram enterrados canos para fiação elétrica.

50 anos depois imperava novamente um outro gosto e então voltou-se a valorizar o que se realizara quase 100 anos antes. A restauração a partir de 2003 representou um projeto extraordinário e não apenas porque as peças originais ainda existentes precisavam ser reagrupadas e limpas.

Também era necessário integrar novas placas do mármore Georgia Pearl Grey à padronagem original. Foi tanto mais difícil, pois antes as pedras eram cortadas do bloco bruto com outra técnica, diferente das atuais. Esse desafio foi superado pela empresa Tennessee Marble. O material foi fornecido pela Georgia Marble Company/Polycor. Esse mármore, aliás, já foi chamado simplesmente de „Creole“.

Para a cúpula de vidro não havia mais nenhum modelo, de modo que foi preciso recriá-la com base na rotunda.

Para a cúpula de vidro não havia mais nenhum modelo, de modo que foi preciso recriá-la com base na rotunda. Até mesmo os pisos dos elevadores foram recompostos fielmente em rochas ornamentais.

Dois salões do tribunal foram restaurados em suas condições originais.

Dois salões do tribunal foram restaurados em suas condições originais.

Sobre outros aspectos dessa nossa pesquisa poderíamos falar ainda por horas e sem pausa. Mas em vez disso preferimos mostrar algumas fotos sensacionais, tiradas durante o restauro pelo fotógrafo Nash Baker, e recomendamos o site da Camarata Masonry, onde outros detalhamentos são descritos.

Preservation Houston

Tennessee Marble

Camarata Masonry

Fotos: Nash Baker

Harris County Courthouse em Houston, Texas.Harris County Courthouse em Houston, Texas.Harris County Courthouse em Houston, Texas.Harris County Courthouse em Houston, Texas.Harris County Courthouse em Houston, Texas.Harris County Courthouse em Houston, Texas.See also:

 

 

 

 

(06.09.2013)