www.stone-ideas.com

Pousada Ribadumia: Fachada em placas de rocha com mais de 4 m de altura

A tarefa dos arquitetos chamava-se „Pousadas Jardín“, e o subtítulo era „criação de um (reconhecível) produto turístico“. A proprietária era a Câmara de Vereadores de Pontevedra. A cidade fica na Galícia, na costa atlântica espanhola e tanto as rochas quanto o vinho são marcas da região e de seu estilo de vida.

O arquiteto Mauro Lomba e sua equipe encontraram uma solução para a fachada em que se pode reconhecer alguns elementos arquitetônicos típicos da região, como pérgolas, treliças e terraços. São faixas perpendiculares de granito, em parte colocadas lado a lado regularmente, formando uma parede fechada, em parte simplesmente enfileiradas umas às outras.

Chamam atenção as superdimensões das placas de rocha, que nas paredes externas medem 4,40 m de altura, por 33 cm de largura e 12 cm de espessura (e cada uma pesa cerca de 470 kg).

A altura do pé direito no interior do edifício é de 3,30 m, sendo utilizadas 1.068 peças.

Entre os muitos aspectos espetaculares dessa construção, queremos ressaltar dois: como se produz uma peça de rochas dessas dimensões e como se aplica elas no prédio?

A primeira parte é simples, você simplesmente divide ao meio uma barra de pedra que tenha o dobro da espessura desejada, mas como enfileirar ordenadamente peças de 4,40 m de comprimento ao longo de todo o prédio?

Mauro Lomba minimiza o tamanho do desafio imposto aos operários: „Na Galícia há uma longa tradição de cantaria, onde se combinam sabiamente artesania tradicional com tecnologia moderna.“ O ponto crucial, explica ele, está em saber com que tipos de rocha se pode fazer isso e quais os que não servem.

O maior desafio, segundo Lomba, consiste em encontrar peças daquele tamanho.

A colocação foi realizada com gruas.

Mauro Lomba: Pousada Ribadumia. Foto: Mauro Lomba

Previamente foram colocados na base de concreto parafusos de aço, nos quais encaixavam-se os orifícios correspondentes, perfurados nas barras de rocha.

Na extremidade superior da barra de rocha há conectores metálicos simples. Devido ao peso das peças não foi necessário aplicar nenhum outro estabilizador, mesmo para o caso de ventos fortes.

Em torno do terraço de um dos prédios projeta-se uma construção metálica, na qual as barras de rocha foram fixadas.

Os pavilhões de hospedagem são acessados através de caminhos envidraçados, que no verão colaboram com isolamento térmico e no inverno oferecem um efeito estufa.

Por fim: onde Mauro Lomba aprendeu de que uma construção assim seria possível de ser realizada com rochas?

Em primeiro lugar, ele é nativo da Galícia, onde rochas são material construtivo desde tempos ancestrais. „Quando há um novo projeto para se realizar por aqui, quase sempre o cliente pergunta: Dá pra gente fazer com rochas?“, responde ele à nossa pergunta.

E acrescenta: „Eu utilizo rochas ornamentais desde meus primeiros projetos e procuro sempre conseguir delas algo mais que seu próprio caráter eterno já transmite.“

O projeto foi indicado para o Premio Nacional de Arquitectura da Espanha.

A Pousada de Ribadumia está localizada no município homônimo, mais precisamente no distrito de Santa Eulália.

Mauro Lomba Martínez

(23.02.2014)